Bom dia • 19/10/2018

Frase da Semana:
"Posso todas as coisas naquele que me fortalece" (Fp 4.13).
11 de setembro de 2018 às 17:12
Sem comentários
Comente agora

Tribunal apresenta ferramentas que facilitam troca de informações com jurisdicionados

Em evento realizado no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Diretoria de Modernização e Tecnologia (DMT) apresentou novas ferramentas do Portal do Jurisdicionado na manhã desta terça-feira, 11. Os recursos de processos e comunicações eletrônicas foram demonstrados aos servidores do estado e municípios. O evento contou com as presenças do conselheiro Clóvis Barbosa e da diretora técnica Patrícia Verônica.

Os lançamentos desta manhã têm como principal objetivo otimizar o tempo gasto pelo Tribunal e pelos jurisdicionados em situações comuns ao dia a dia de trabalho dos gestores. O coordenador da DMT, Miguel Melo, conduziu a apresentação explicando passo a passo como os novos recursos irão funcionar.
Foram desenvolvidas ferramentas que realizam cadastros de protocolos digitalmente (antes, era necessário ir ao TCE para protocolar um documento), permitem a consulta dos processos e protocolos via Portal do Jurisdicionado e permitem o acompanhamento de respostas a comunicações processuais, como diligências e citações, além do acesso ao processo na íntegra.
“Essas mudanças dão condições para que o gestor tenha mais controle sobre as informações que antes só estavam disponíveis no papel e de maneira presencial. Por isso, elas trarão mais celeridade no andamento dos protocolos e mais informações disponíveis de maneira facilitada ao gestor”, explicou Brasil.
As novidades já estão disponíveis para o acesso de jurisdicionados e empresas que prestam serviços ao estado e municípios – a exemplo das que são responsáveis pela contabilidade. Um manual para utilização das ferramentas também encontra-se disponível no Portal.
Outra ferramenta
Na ocasião, Edson Brasil também mostrou aos presentes outra ferramenta de grande importância para a gestão: o Painel de Índices Estratégicos dos Municípios. Nele são armazenados dados referentes à despesas e receita, auxiliando o gestor no cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
Os usuários podem conferir na tela informações e gráficos que possibilitam maior controle de gastos e mais transparência. Dessa maneira, os índices podem ser conferidos com mais frequência e ajustes podem ser realizados antes que um sinal de alerta seja emitido.
Por enquanto, estão disponíveis apenas dados e gráficos relacionados à despesa de pessoal, mas, em breve, entrarão os de educação e saúde.
fonte: tce.se.gov.br

Por: Jornal Simãodiense

BANNER_HOME- NOTICIAS-VENDE

Comentários

Seja o primeiro a enviar uma mensagem