Bom dia • 23/09/2018

Frase da Semana:
"Posso todas as coisas naquele que me fortalece" (Fp 4.13).
5 de junho de 2018 às 23:28
Sem comentários
Comente agora

Luciano Pimentel repudia decisão do Ministério da Saúde que suspendeu o repasse para UPA Pedro Valadares

No uso da tribuna do pequeno expediente da sessão plenária do último dia 24, o deputado estadual Luciano Pimentel (PSB),  repudiou decisão do Ministério da Saúde que suspendeu o repasse no valor de 100 mil reais que seriam destinados à Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas Pedro Valadares, localizada no município de Simão Dias.

Na ocasião, o deputado Luciano explicou que a unidade sobrevive com o valor referido, repassado pelo Governo Federal,  105 mil repassados pelo Governo do Estado e 9 mil repassados pela Prefeitura, atendendo o montante de 47.410 pessoas durante todo o ano de 2017.

Ainda de acordo com o parlamentar, em 2018, até o mês de abril, foram realizados  15. 406 atendimentos, algo em torno de 4 mil atendimentos mensais. Pimentel disse ainda que o Ministério da Saúde sem ajudar financeiramente, exige readequação e corta 100 mil reais/mês para repasse da UPA Pedro Valadares, que além de servir ao povo de Simão Dias, serve também aos municípios vizinhos.

Em seu pronunciamento, Luciano Pimentel informou que irá apresentar uma Nota de Repúdio ao Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, motivado por uma decisão negativa e prejudicial por assinatura de portaria com efeito suspensória a transferência dos recursos para a unidade de Simão Dias.

Outra questão abordada pelo deputado na tribuna, na pauta da Saúde,  é foi que a mesma  não deve ser partidarizada, e sim oportunizada, entendendo que o secretário da pasta deve atender à todos, independente de ser situação ou oposição.

“Fazem três dias que estamos tentando um contato com o secretário da saúde que sequer atende uma ligação telefônica de um deputado, desrespeitando a Casa Legislativa. Tenho certeza que o governador não concorda com essa atitude”, salientou Pimentel acrescentando “Estou com um documento protocolado, datado de 13 de março, que trata-se de uma senhora com 75 anos de idade, que se encontra acometida de doença nos olhos, podendo perder a visão devida a uma medicação de custo alto e a paciente não pode pagar. A secretaria nem ao menos responde, seja o secretário que saiu e o atual seguindo a mesma linha”, finalizou o deputado Luciano Pimentel.

 

Por Rede Alese

Por: Jornal Simãodiense

BANNER_HOME- NOTICIAS-VENDE

Comentários

Seja o primeiro a enviar uma mensagem