Bom dia • 23/10/2017

Frase da Semana:
"Posso todas as coisas naquele que me fortalece" (Fp 4.13).
22 de setembro de 2017 às 12:24
Sem comentários
Comente agora

Defensoria Pública participa de lançamento da campanha de prevenção ao suicídio

O defensor público geral, Jesus Jairo Lacerda e o subdefensor geral, Leó Neto participaram na manhã desta quinta-feira, 21, no Palácio de Despachos, do lançamento da campanha de prevenção ao suicídio “Setembro Amarelo: Juntos pela Vida”, instituída pelo Governo do Estado por meio da Lei nº 8.253, de 17 de Julho de 2017, que tem o objetivo de sensibilizar a população sobre a temática, mobilizar formadores de opinião e divulgar fatores e comportamentos de risco, além enfatizar a forma de prevenção.

 

Segundo dados obtidos com exclusividade pela BBC Brasil, a taxa de suicídio nas pessoas com idade entre 15 a 29 anos em 2002 subiu de 5,1 por 100 mil habitantes para 5,6 em 2014 – um aumento de quase 10% em 12 anos. Atualmente, 29 pessoas cometem suicídio por dia em todo país e, em Sergipe, foram registrados 53 casos só neste ano.

 

O Mapa da Violência 2016, coordenado pelo professor, sociólogo, diretor de pesquisa do Instituto Sangari e coordenador da Área de Estudos sobre Violência da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO), Julio Jacobo Waiselfisz, aponta que só no ano de 2014, Sergipe registrou 41,2 no número de homicídios por 100 mil habitantes, ficando atrás do Ceará com 42,9 e de Alagoas com 56,1.

 

Para o membro da Defensoria Pública do Estado, a campanha é de extrema importância para que as pessoas tenham conhecimento das causas que podem levar o cidadão ao suicídio e dos tratamentos adequados. “Há vários fatores que levam um indivíduo ao suicídio e muitas vezes as famílias não se atentam aos problemas que essa pessoa vem apresentando antes de cometer o ato. A campanha é muito importante para prevenção, tratamento e combate. A Defensoria Pública adere a iniciativa”, disse o defensor geral, Jesus Jairo Lacerda.

 

“É um momento de criarmos multiplicadores em defesa da vida, que é o objetivo da campanha. Os dados da Organização Mundial da Saúde são alarmantes, a cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo e a cada três segundos uma pessoa tenta tirar a própria vida, por isso, é importante que todos estejam comprometidos com a informação e a prevenção”, pontuou a coordenadora Estadual da Rede de Atenção Psicossocial, Renata Roriz.

 

Para o governador, Jackson Barreto, a campanha é um alerta de solidariedade, chamamento à responsabilidade e compreensão. “Emociono-me com as coisas que envolvem interesse das pessoas, principalmente as mais pobres que é a motivação da nossa presença na vida pública. A campanha é um alerta de solidariedade, chamamento à responsabilidade, compreensão e ao espírito de fraternidade para evitar o mal do século, que é o suicídio. Que possamos compreender e ter a noção dos sinais de alerta através da compreensão, da abertura do coração, da cabeça, do espírito, do sentimento de solidariedade e fraternidade. É preciso compreender a frase de um possível suicida e saber a forma de abordá-lo, de colaborar para o tratamento e tirar dele esse pensamento. O Governo do Estado estará sempre à disposição e fará o que for preciso para defender a vida, afinal, devemos estar todos “juntos pela vida”, conclamou.

 

Durante o evento foram distribuídas cartilhas educativas e promovido palestras.

 

Por Débora Matos

Ascom DPE/SE

Por: Jornal Simãodiense

bannerNoticias

Comentários

Seja o primeiro a enviar uma mensagem