Bom dia • 23/10/2017

Frase da Semana:
"Posso todas as coisas naquele que me fortalece" (Fp 4.13).
18 de julho de 2017 às 14:43
Sem comentários
Comente agora

Prorrogadas até o dia 31 as inscrições para concurso de roteiros

Concurso “1 Minuto Cidadão — Prêmio Waldemar Lima de Roteiros” é destinado a roteiros cinematográficos inéditos de curta metragem, gênero ficção, em três temas: corrupção, transparência e cidadania

Foram prorrogadas até o dia 31 deste mês as inscrições para o concurso “1 Minuto Cidadão — Prêmio Waldemar Lima de Roteiros”. Lançado pelo Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, Secretaria de Estado da Cultura e a Fundação Aperipê, o concurso premiará roteiros cinematográficos inéditos de curta metragem, gênero ficção, em três temas: corrupção, transparência e cidadania. O período para inscrições se encerraria nesta terça-feira, 18, mas foi prorrogado para atender outros roteiristas interessados, que devem se inscrever na Secretaria da Cultura, na Rua Vila Cristina, ao lado do Batistão.

Além do valor monetário de R$ 5 mil, os filmes vencedores nos três temas propostos serão produzidos e realizados na TV Aperipê e exibido nesta e nas outras televisões públicas, TV Alese e TV Câmara. O “Prêmio Waldemar Lima” homenageia o fotógrafo cinematográfico sergipano que ficou famoso pela fotografia do filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha. “A ideia é conscientizar a população sobre esses temas tão discutidos hoje e que nos são tão caros”, disse o presidente Clóvis Barbosa, do TCE-SE.

“Com esse edital, iniciamos uma série de homenagens a Waldemar Lima, que prosseguirá em setembro com o lançamento de um livro que estamos editando sobre ele, incluindo um roteiro inédito de sua autoria, além de um documentário sobre sua vida e obra, uma exposição com fotografias produzidas por ele, debates e exibições de filmes”, informou Clóvis Barbosa. O livro contará com uma pequena biografia, entrevista, fotografias e um texto de autoria de Waldemar Lima sobre a fotografia de “Deus e o Diabo” e sua influência no Cinema Novo. O documentário contará com detalhes de sua cinebiografia e depoimentos sobre o sergipano.

O Tribunal de Contas tem mantido uma atividade intensa na área cultural. No ano passado, dentre outras, realizou as exposições: “Déda presente”, sobre a vida e obra fotográfica do ex-governador; e “Um sergipano na Belle Époque”, sobre Cândido Aragonez de Farias, o ilustrador que fez sucesso com cartazes de cinema em Paris no início do século 20. O TCE também lançou os livros “Brava Gente Sergipana e Outros Bravos”, de Manoel Cabral Machado, e “Obras Reunidas”, de José Amado Nascimento, ambos ex-conselheiros cujos centenários de nascimento foram comemorados no ano passado com apresentação de documentários e grande festa.

www.tce.se.gov.br

Por: Jornal Simãodiense

bannerNoticias

Comentários

Seja o primeiro a enviar uma mensagem